Notícias

O impacto da linguagem não verbal na imagem profissional

Empatia, segurança, firmeza, frieza e muitas outras impressões são comunicadas por meio da postura.

A postura mantida no ambiente de trabalho, em cursos ou mesmo quando se exerce posições de liderança, reflete diretamente na imagem pessoal que é transmitida. Empatia, segurança, firmeza, frieza e muitas outras impressões são comunicadas por meio da postura. É uma característica muito valorizada no mundo corporativo e, por isso, vale a pena identificar possíveis pontos a serem melhorados.

A postura reflete o que sentimos. No trabalho, a maneira como nos portamos com os colegas, clientes, em reuniões e até mesmo em comemorações é avaliada pela liderança, e com certeza, será considerada quando houver oportunidades de promoção. Ao alcançar um cargo de liderança, o profissional agrega ainda mais responsabilidade à sua postura, que passa a servir de exemplo para o time”, afirma Thais Almas, Business Partner Talent Acquisition da Pluxee.

Você já avaliou sua postura profissional? Listamos abaixo algumas dicas e pontos de atenção para levar em conta quando estiver no trabalho, em reuniões presenciais ou online:

1 – Reuniões presenciais

Saiba escolher um bom assento em uma sala de reuniões. Uma das dicas é avaliar sua agenda do dia. Está esperando uma ligação ou um e-mail urgente? Sente-se perto da porta e avise que precisará se ausentar. Você é um dos interlocutores? Escolha uma posição em que consiga falar diretamente com as outras pessoas. Ou, ainda, vai auxiliar quem guiará a conversa? Fique perto deste colega e se mostre disponível.

Estudos mostram que, normalmente, pessoas que se sentam na ponta das mesas são as que guiam as reuniões. Quem escolhe sentar no meio acaba passando despercebido, e quem está ao lado de líderes, geralmente está em condição de auxílio.

2 – O corpo fala

Desde jovens, escutamos que temos que manter uma postura ereta para sermos respeitados, não é mesmo? Nossos familiares têm razão: essa prática causa grande impacto na imagem pessoal. Demonstra confiança, seriedade, interesse e é uma dica valiosa a se seguir em compromissos de trabalho. Tente manter a coluna ereta, sentando-se de forma confortável e evite apoiar as mãos na cabeça ou na mesa, para não passar a impressão de desinteresse ou tédio.

3 – Mantenha contato visual

Especialistas dizem que um forte indício de insegurança é a falta de contato visual durante as conversas. Portanto, mantenha os olhos atentos a quem está falando e, principalmente, quando for fazer uma pergunta. A mesma dica também vale para reuniões online – olhar diretamente para a câmera reforça sua confiabilidade e atinge diretamente os demais participantes.

4 – Cuidado com excesso de movimentos

Gestos e expressões faciais devem ser o mais natural possível para deixar a conversa mais leve e reforçar a confiabilidade do que está sendo dito. Quando praticados em excesso, podem passar a imagem de despreparo ou a necessidade de chamar atenção.

5 – Escolha o momento certo de falar

Nunca atrapalhe a fala de outros participantes, prefira levantar a mão ou aguardar alguém concluir o raciocínio para argumentar. São atitudes valiosas para manter a conversa fluida e o respeito aos colegas. Ao ter seu espaço, fale o necessário e não esconda notícias ruins. Mesmo que sejam desagradáveis, não devem ser ocultadas, pois poderão ser cobradas no futuro.

Tome nota de tudo o que foi falado, isso demonstra não só interesse sobre o tema, mas auxilia no plano de ações a ser realizado após a reunião.

6 – Câmera aberta ou fechada?

Ficar no conforto de casa é muito bom, mas o ambiente corporativo demanda socialização e precisamos sair da zona de conforto. Apesar do tema variar de acordo com a cultura de cada empresa, é sempre bem-visto abrir a câmera em reuniões online, principalmente quando os participantes já tomaram essa atitude. Essa é a oportunidade para praticar as dicas acima, mantendo contato visual e expressões.

voltar

Links Úteis

Indicadores diários

Compra Venda
Dólar Americano/Real Brasileiro 4.9434 4.9449
Euro/Real Brasileiro 5.354 5.362
Atualizado em: 27/02/2024 12:41

Indicadores de inflação

11/2023 12/2023 01/2024
IGP-DI 0,50% 0,64% -0,27%
IGP-M 0,59% 0,74% 0,07%
INCC-DI 0,07% 0,31% 0,27%
INPC (IBGE) 0,10% 0,55% 0,57%
IPC (FIPE) 0,43% 0,38% 0,46%
IPC (FGV) 0,27% 0,29% 0,61%
IPCA (IBGE) 0,28% 0,56% 0,42%
IPCA-E (IBGE) 0,33% 0,40% 0,31%
IVAR (FGV) -0,37% -1,16% 4,34%